Peugeot 508 SW 2.0 HDI 150 Cv – Modo de segurança

  • Peugeot 508 SW 2.0 HDI 150 Cv – Modo de segurança

    Posted by Filipe Monteiro on Janeiro 18, 2024 às 9:44 am

    Bom dia,

    Agradeço desde já a vossa ajuda e comentários.

    Tenho uma Peugeot 508 SW 2.0 HDI 150 CV 2017 à cerca de 2 anos e até outubro do ano passado não tinha tido qualquer problema.

    Em final de setembro/inicio de outubro do ano passado, apareceu na minha Peugeot um erro no painel e acedeu a luz da Ureia (e ao fim de alguns Kms a do motor). Levei o carro à oficina multimarca que normalmente frequento e informaram-me que era o depósito ad-blue. Deram-me duas opções: Trocá-lo (1500 Eur ) ou anulá-lo ( 250 Eur). Após me informar com alguns amigos/colegas e outra malta com conhecimento de mecânica decidi anulá-lo. Até porque quem faz este tipo de trabalho para esta oficina trabalha para a Peugeot.

    O carro andou bem durante mais um mês e meio.

    A meio de novembro, deu-me outro erro: “Defeito no motor: Solicite a reparação do veiculo” e passado alguns kms entra em modo de segurança. Levei à oficina multimarca e o erro que dava era “óleo contaminado”. Achei estranho porque tinha feito a revisão em março e tinha 6000 Km andados. Substitui o óleo e o filtro de óleo, apagaram o erro e ficou ok.

    1 semana depois (+/- 250 Km) aparece o mesmo erro: “Defeito no motor: Solicite a reparação do veiculo”. Aqui comecei a notar que às vezes, a ventoinha disparava e o star-stop só funciona a baixas temperaturas. Quando o carro aquece deixa de funcionar. Fui novamente à oficina, colocaram na máquina e deu o mesmo erro: “óleo contaminado”. Verificámos que o nível do óleo estava acima do máximo. Após 2 dias de testes e leituras no computador, o meu mecânico sugeriu que o levasse à Peugeot para um diagnóstico mais incisivo e falámos com o rapaz que anulou o ad-blue, uma vez que tem conhecimento do que se passa com o carro.

    Na Peugeot, acompanhado por esse rapaz, começaram por indicar que podia ser dos injetores ( bicos demasiado abertos que expele mais gásoleo e que acaba por ir para o óleo. No entanto o carro não tem sintomas disso, não faz fumo nenhum, escape limpo e nem tem trabalhar estranho). Depois viram filtro de partículas (indicaram que poderia abortar as regenerações e o combustível descia para o cárter pelos segmentos mas após verificação na plataforma indicaram que estava tudo OK com as regenerações e que estava tudo OK com a capacidade do filtro). No fim, não assumiram nenhuma conclusão e esse rapaz informou-me que único dado que está lá alterado/diferente do que devia estar é na viscosidade do óleo ( a escala vai de 0 a 10 ele devia estar com 0/1 e mesmo após trocar já está com 10).

    A melhor opção que me deram foi na bomba de alta pressão que podia estar com fuga e a perder combustível diretamente para o cárter. Como o orçamento foi avultado, paguei o diagnóstico e retirei o carro da Peugeot e optei por fazer o trabalho cá fora. O mecânico desmontou a bomba de alta pressão, testou-a e verificou que estava tudo OK. Não perde gásoleo. Ou seja, foi em vão a ida à Peugeot.

    O meu mecânico andou a informar-se e a falar com esse rapaz da Peugeot, começámos a fazer alguns despistes.

    Substitui novamente o óleo e o filtro de óleo.

    Trocámos a resitência do radiador ( poderia estar com problemas e a dar o erro que faz a ventoinha arrancar). Trocámos e nada, o erro continua lá.

    Depois trocámos o sensor de viscosidade do óleo ( o tal que já dá a leitura de 10). Trocámos e nada, o erro continua lá.

    Testámos os Injetores e está tudo ok

    Informo também que cada vez que trocamos alguma peça o rapaz da Peugeot vai lá e força a regeneração do filtro de particulas e o carro faz um arranque de 10/15 segundos e vai abaixo.

    Outras opções que vou mandar verificar:

    Filtro de pariculas – Terá a abortar as regenerações? O rapaz da Peugeot diz ele aborta porque tem lá o erro e não ao contrário, ou seja, quando puxa o óleo e o gásoleo para a regeneração aborta porque faz a leitura do óleo está contaminado

    Térmostáto – ??

    O estranho nisto tudo é que o carro quando eu o ligo não tenho lá o erro. Anda bem, desenvolve, parece tudo normal. Só ao fim de alguns minutos a andar é que o erro aparece. E após mudar o óleo ainda faz uns 250 KM até aparecer novamente o erro.

    Após estes meses de problemas o que me parece é que quando mudo o óleo consigo fazer esses 250 KM até o carro precisar de fazer uma leitura qualquer e vê que o óleo está contaminado e entra em modo segurança e ninguém me consegue dizer o que o carro tem. Será injetores? Será filtro de particulas? Será algum sensor que está a fazer leituras erradas?

    Será também que ficou alguma programação mal feita quando anulei o ad-blue?

    Realmento eu gosto do carro, do conforto, da condução, desenvolve bem mas começo sériamente a pensar em trocar de carro e a riscar a Peugeot da minha lista (é o 2º que tenho e também tive problemas com o anterior).

    Alguém me ajuda a sair deste filme?

    Filipe Monteiro respondeu há 4 meses, 4 semanas atrás 1 Membro · 0 Respostas
  • 0 Respostas

Sorry, there were no replies found.